quinta-feira, 29 de julho de 2010

Explicação


Diz-me o que é a vida e pra que o viver.
Onde a lógica do mundo se encontra?
Mostra-me o que é a morte e o que é o nascer,
Explicações que o homem há muito sonda.

Qual o móvel secreto das paixões?
E o verdadeiro amor, o que ele é
Que pode fazer mal aos corações?
De que serve esta vida sem ter fé?

Perguntas infindas terei, ao certo.
A vida é um oásis também deserto!
E não há manual a se seguir...

Melhor é conformar-se à ignorância,
Que a certeza do homem é só a ânsia
E a incerteza eterna do porvir.

Felipe Fonseca
Belém-PA, 28 de julho de 2010.

8 comentários:

edinasmith disse...

O poeta é, antes de tudo, filósofo. A vida é movida a questionamentos, muitos dos quais não têm respostas prontas, mas serão satisfeitos à medida que se fizer o amadurecimento espiritual de cada um.
O sentido, contudo é o progresso.
Viver, morrer - morrer,viver, depende muito da realidade existencial momentânea.
Do amor tenho a minha própria impressão:
..."amor fermento do aperfeiçoamento"...

De resto, melhor, não saber e sim descobrir.

Um abraço

Angelita Francis disse...

Adorei o questionamento!
A lógica do mundo se encontra em tudo que nele habita, envolto em energias sempre e que bom que podemos debravar, chafurdar, viver, morrer... Ciclos.
Como sempre mais uma coisa a se pensar né Fê?!
Adoroooo
Bj

Franci disse...

Inspiração depois de muitas indagações.
Explicação...despertou em mim a possibilidade de trocar e compartilhar.

Inspiração

Simplesmente a vida.
Enquanto a lógica, os porquês, esqueça.
Permita-se não querer entender
Não compreender e entregar-se no aqui e agora.

Paixões são carnalmente enlouquecidas.
Passam , marcam, nunca mais esquecidas.
Amor é supremo, infinito
Além da vida, fica na alma, sobrevive.

Abandono, rejeição, decepção
Sangra, dói, mal não desejado
Obrigatoriamente vivido.

Enquanto a Fé, o que tenho eu com ela?
A não ser, confiar e acreditar
No novo vir a ser, no lindo amanhecer.



Beijocas da mau seguidora, rsrsrs

Ludymila disse...

Lindos os novos poemas! Bjss.

cleitonjazz disse...

adorei Felipão!
Qual o sentido da vida??
O sentido é sentir ...
sentir dor, Deus,alegria, raiva, abandono etc. grande abraço

cleitonjazz disse...

Recebemos heranças que se esvaem
com a água da chuva, lembranças
que o tempo vai devastando- e ocasionalmente
um outro amor
que não sabemos conter em seu mistério
ou não temos a sede necessária

para guardá-lo como sabe da água
o beduíno do deserto. Recebemos bens-
e no início da vida não vale a pena
vê-los por todos os lados, ou esperar
a reencarnação para jogá-los por cima da cabeça
na meditação do infinito.

Recebemos heranças e testamentos-
mas tudo vai se cristalizando: o ódio,os esforços abandonados como um monumento em ruínas
e até a esperança, a motriz do sangue de repente pára - e só fica o indefinido
do chiaroscuro, os tons esgarçados da aquarela.

Recebemos a água da chuva, o verde dos olhos
e o amor na estrada - não ficamos com nada:
só a morte é para vida toda.

(Álvaro Pacheco) Grande abraço

Maria Madalena disse...

Este é o questionameto premente do ser humano. Se acreditássemos que a felicidade está dentro de nós, nas pequenas coisas, nos pequenos detalhes...

Ser feliz é um estado, é sentir-se feliz.

Texto pertinente e querente.

Parabéns!!!

Cathy Vieira disse...

Era bom se no fundo para tudo tivessemos explicação!!!!
Lindoooo, adorei o post!! Beijinhos